não

como um nó, minha garganta fecha
meu peito se desloca
meu coração acelera
meu estômago gela, parece que tá vindo uma sensação boa né?
não,
não tá
vem a nausea, a vontade de gritar, chorar mas o que eu aprendi a fazer bem feito mesmo é ficar em silêncio
viver assim, sem eira nem beira
apenas assim
eu descobri que embaixo do chuveiro eu posso ter toda liberdade do mundo de me entregar a tudo que me corroi,
desabafar pra cada gota que cai, chorar o dobro delas e ainda assim sair cheirosa e de cabeça erguida,
sem que ninguém perceba
já se passaram, dias,semanas e meses
e vai passando

até que uma luz do meu ventre brilha, e eu aprendo tudo de novo

.

Imagem

Maria-abelhinha

Recebemos a visita do meu avô e minhas tias no mês passado e elas trouxeram um presentinho muito fofo pra dona Maricota, uma roupinha de abelhinha lindaaaa, mas só coube agora e aproveitei esse dia pra fotografar bastante pq do jeito que essa coisinha tá crescendo bem capaz da próxima vez que ela usar não servir mais rs.

Processed with VSCOcamIMG_20141111_111823 IMG_20141111_111905 IMG_20141111_112807 Processed with VSCOcam with m3 preset Processed with VSCOcam with m3 preset

E se der a louca…

… Fuja para as colinas, procure um abrigo e deixe que a chuva seja a única que te encontre e que leve todas as más energias que te cercam, deixa molhar, deixa lavar a alma e assim que aliviar, respira fundo, olha pra frente, volte e comece tudo de novo, faça melhor dessa vez!

Oi, tudo bem?

Comigo tá tudo ótimo e com a Maria também!
Minha última passada aqui pra falar da minha florzinha fazem alguns meses, eu que pensei que com a licença maternidade teria tempo de postar aqui me enganei e feio.
Bom, Maricotinha chegou ao mundo dia 23/09/2014 às 22:24 de uma cesariana, veio linda e cheia de saúde pra encantar nossos corações. Sabe aquela coisa de amor a primeira vista? Pois é! EXISTE!
Já se passaram dois meses e meio e nesse tempo ela cresceu tanto…
No começo vieram as primeiras cólicas, as noites com 2 horas de sono, o soninho intercalado com os mamazinhos de 3 em 3 horas, depois vieram os sorrisos… ah sorrisos! apesar de todo cansaço, tarefas e dores na coluna esses sorrisos deram um UP nos nossos dias. Depois vieram as gargalhadas, as primeiras noites de sono 6 horas seguidas (YEAHHH), agora a minha mocinha aprendeu a “pegar” as coisas, adora brincar com sua pelúcia e dorme agarradinha com ela e isso é só um resumo! Essa pequena aprendeu muita coisa e ver ela crescer tão rápido cada dia que passa é emocionante!

Por falar em emoção, me pego todos os dias chorando pelos cantos pensando que faltam apenas 1 mês e 5 dias, é muito difícil ter que mudar de rotina assim, do nada. É muito doloroso, ter que desmamar tão cedo por conta do trabalho. As vezes me dá a louca, tenho vontade de largar tudo, ligar na empresa e dizer que não vou voltar e que não quero mais, mas ai as despesas mensais batem na nossa porta e o futuro dela também.
Comprei uma máquina e costura semana passada pra enfim começar um projetinho que tenho em mente desde 2010, quando fazia faculdade de moda. Estou tendo dificuldade pra engatar nesse projeto ainda, quero ficar do lado dela o tempo todo, acho que estou com síndrome de carência de mãe :´(

Ah, e esses dias? Eles voam! Não! Quero parar o relógio, nada rende! São muitas coisas pra fazer, casa pra manter, roupas pra lavar, comida pra cozinhar. Quando vc acha que terminou, começa tudo de novo. Minha sorte é que dona Maricotinha não dá um pingo de trabalho, dorme bastante, mama bastante, fica quietinha na sala deitadinha e assistindo tv, pede colo as vezes, imagino que pq ela sente que tá sozinha muito tempo.
Estamos acostumando ela ficar sozinha quietinha brincando no carrinho ou no berço, brincamos bastante com ela durante o dia, mas evitamos ao MÁXIMO o colo, pq ela acostuma e não quer mais sair dele e sinceramente, se eu tivesse coluna que aguentasse, ficaria com ela o dia todo no colinho ❤


Processed with VSCOcam with g3 preset

– palavras pro nada –

tem dias que minha mente pára, esgota.
tem momentos que meu coração também.
ninguém é de ferro nesse mundo de assoalho,
é muito fácil julgar o caráter do próximo sem olhar pro seu.
a vida não é feita só de sorrisos, palavras bonitas e conversas aconchegantes, ela é feita de flechas, tiros e fogos de artifício, não precisamente de comemorações.
há uma linha tênue entre o que te faz bem e o que te faz mal, elas nunca se encontram.
as vezes eu acho que é só uma fase, outras acho que não pode ser uma fase se o problema é você.
fecho os olhos, a lágrima escorre e mantenho-os fechados.
conto até dez, quinze, vinte mil.
o aperto no peito vem e as vezes acho que ele veio pra ficar.
vezes passa, vezes não.
depende do grau de consolo, as vezes não há, eu não permito.
em pensar que quase todos os dias eu me sinto assim, chego a encarar o fato de que ele realmente faz parte do meu corpo, como um órgão.

faltam 10 dias

Não se deve exitar quando um passo brusco foi dado em seu novo caminho.
O percurso foi pesado, cansativo e te deixou morrendo de sede.
Sede de continuar, sede de não desistir, sede por te ver.
Esses quase 9 meses de verão, outono e fim de inverno me trouxeram muitos caminhos e todos eles me levaram em sua direção.
Não foi fácil levar no verão, era o começo de tudo, foi difícil e achei que não fosse aguentar.
O início do outono continuou a luta pra segurar esses meses que pareciam intermináveis, mas antes do fim dessa estação tudo estabilizou e você começou a aparecer. Quase ninguém te notava, mas eu sim, te notei desde que te descobri, desde que era uma sementinha e se transformou na minha uvinha.
A estação acabou e o segundo trimestre também.
O inverno chegou, no começo não foi tão frio, era quente, podia-se confundir com o verão mas eu não poderia esquecer que essa era uma ilusão, era inverno e meu tempo estava se esgotando pra deixar tudo pronto pra sua chegada.
O frio chegou e veio com tudo, congelou meus pensamentos e parte do meu coração. Tudo parece tão difícil agora… Sinto meus órgãos congelarem, meu corpo se esvaiar e já não sou mais a mesma.
As lágrimas escorrem pelo meu rosto e ainda não sei quem sou. As olheiras aparecem junto das noites mal dormidas, os lábios ressecam, seus pés empurram minhas costelas, as idas ao banheiro ficam cada vez mais frequentes e as dores na bexiga mais intensas.
Meu corpo é sua casa, te sinto em cada órgão, minha barriga sua cama, meu estômago seu cobertor e minha bexiga seu travesseiro, você está aqui.
O inverno está mais frio e faltam poucos dias pra sua chegada.
Recebi seus primeiros sinais de chegada. O primeiro foi dia 31/08 às 5:30 da manhã, no início achei que era apenas uma dorzinha, aguentei firme e fiquei quietinha, a dor foi aumentando e eu não sabia o que fazer. Continuei quieta e adormeci. Essa foi minha primeira contração.
O segundo sinal foi dia 02/09 às 9:45 da manhã, achei estranho, a dor era parecida com a primeira, mas era mais semelhante com gases. A dor apertou e não aguentei, liguei pro médico e ele confirmou que eram as famosas contrações e que cada vez viriam mais intensas, era pra eu me preparar. Me mantive quietinha, a dor passou.
O terceiro sinal foi ainda no dia 02/09 às 13:45, dessa vez veio com muito mais intensidade. Durou quase meia hora, achei que dali pra frente você chegaria, chorei, solucei, pedi pra Deus. Não era a hora ainda, era apenas o começo.
O quarto sinal foi dia 03/09 às 22:59, foi intenso mas consegui levar com mais controle, não foi tão difícil, fiz os exercícios de respiração, andei um pouco pela casa e me mantive calma.

Tive medo, medo do que estaria por vir, mas estou preparada pra sua chegada. Não vai ser fácil, não está sendo, mas a vontade de ver é maior que qualquer desafio, quero sentir seu cheiro e olhar seus olhinhos.
Tenho certeza que toda essa angústia vai embora quando chegar, junto da primavera e trará flores pra enfeitar nosso jardim e estaremos completando o ciclo das quatro estações juntas.
Traga toda essa luz e ilumine nossas vidas, encha de brilho nossos dias e nossos corações minha Uvinha ❤

image

Eita como voa!

Os dias passam, as horas voam…
Cada dia que acordo e me olho no espelho vejo que dona Maria ta crescendo cada vez mais e estou ficando com cara de mãe. É estranho, justo eu afirmar isso, sempre me achei com cara de criançona, e agora me enxergo/sou mãe!
Estou com 31 semanas e encarando o sétimo mês muito bem, as mutações dessas últimas semanas são engraçadas, como perceber a hora que a coisinha aqui tem soluços, é a coisa mais linda!
E agora a dona Maroca não só se mexe, como empurra os pezinhos e as mãozinhas na minha barriga e consigo ver e sentir os dedinhos! É LINDO! Não tem explicação essa sensação! As vezes ela é um pouco agressiva e dá umas bicas que dói, mas a mãezona aqui aguenta!
Ah, comecei a notar que estou sentindo as tais “contrações de treinamento”, percebia que sentia minha barriga ficar dura, dura, contraindo do nada, mas não fazia o que era, até que (coincidentemente) recebi um email do baby center falando sobre essas tais contrações. Fiquei aliviada em ler e ver que nao tem nada de mais nisso, muito pelo contrario, a casinha do baby ta se preparando pra quando ele estiver prontinho pra nascer.

Me sinto tão boba em pensar que daqui dois meses terei nossa Maria Clara em nossos braços, fico mais boba ainda em lembrar que ela tem muitas chances de nascer no dia do meu aniversário, exatamente daqui dois meses (17 de setembro). Já pensou que presentão?

image

Maria

depois de quase SETE meses na espectativa, finalmente nossa Maria Clara resolveu se mostrar!
Foi muito dificil conseguir, foram muitos ultrassom e palpites, mas tudo tem seu tempo né? Se a pequena quis fazer essa surpresona pra mamãe aqui, quem sou eu pra discutir?
Feliz 29 semanas minha Maria!

image

seis meses

Ahh, como o tempo passa! Uvinha já esta passando dos seis meses e nesses meses ainda não conseguimos ver ser a Uvinha é ele ou ela. O cordão umbilical está no meio das perninhas tampando tudo, meu médico super aposta que pode ser um meninão assim como o Michel e minha mãe, mas a maioria das pessoas apostam em menina! Eu sinceramente desencanei de tentar adivinhar o que é, seja o que Deus quiser, será bem vindo de qualquer jeito. O único lado ruim em não saber o sexo é estar limitada a comprar as coisas pra ele 😦
Semana que vem tenho ultrassom de novo e espero que dessa vez dê tudo certo \o/

Nessas ultimas semanas tive novas sensações, uma delas foi uma câimbra insuportável na panturrilha que me fez ficar deitada com a perna imóvel a noite inteira, cada vez que tentava pisar no chão ou levantar a perna, ela vinha com tudo, parecia que meus nervos estavam sendo torcidos com toda força, juro. Sempre tive câimbras nas pernas e nos dedos dos pés, mas nenhuma chegou a ser tão insuportável como essa.
Agora sim eu entendo a importancia do alongamento e de alguns exercícios básicos diários.
Na última quarta-feira senti fortes dores abdominais próximo a bexiga, enjoos e náuseas, resolvi correr pro médico, tomei medicação e fiz vários exames, nos resultados constataram que estava com inicio de infecção urinária e que precisava urgentemente procurar um pronto socorro ginecológico pra fazer os tratamentos corretos! No dia seguinte corri pro Hospital da luz, fiz vários exames novamente e a médica me receitou alguns medicamentos.
No outro dia (sexta-feira), acordei novamente vomitando e com muito enjoo, resolvi correr novamente pro médico e lá constataram que estou com uma leve intoxicação que peguei de um queijo gorgonzola (oh god), e dá-lhe mais três dias de afastamento no trabalho!